Últimas Notícias

Publicada em 20/05/2013 - 08h23
Por Francisco Alves

Projovem Trabalhador muda realidade de famílias piauienses

Os cursos do Projovem Trabalhador possuem 350 horas/aula, sendo 100 de qualificação social e as outras 250 de qualificação profissional.


publicidade


Foto:Francisco Gilásio Projovem Trabalhador muda realidade de famílias piauienses Projovem Trabalhador muda realidade de famílias

A fim de melhorar o currículo, Antônio Filho, de 25 anos, resolveu se inscrever no curso técnico de Administração, que está sendo oferecido através do Programa Projovem Trabalhador na Associação de Mães do bairro Mafrense, zona Norte de Teresina. "Fiquei sabendo do curso através de um amigo. Logo fiquei interessado, pois essa é uma grande oportunidade para que eu possa me preparar para o mercado de trabalho", relata.

Aconselhado pela mãe, o estudante Francisco das Chagas Rodrigues, de 24 anos, também decidiu se inscrever no curso rápido de Administração. De início, Francisco conta que não se agradou muito com a ideia, mas o dia-a-dia das aulas mostrou que o aprendizado podia ser bem mais interessante.

"Há um mês eu fui assistir a primeira aula do curso e desde então não faltei um dia. Espero que tudo que eu aprenda aqui seja usado no trabalho que eu vou conquistar quando terminar o curso", ressalta.

"Quero muito o certificado do curso, pois hoje todo trabalhador tem que ter qualificação profissional para conseguir uma boa colocação no mercado. Acho uma grande vantagem o Governo está oferecendo essa oportunidade para os jovens", explica o estudante do curso técnico de Administração Felipe da Silva Aguiar, de 24 anos. As aulas do curso profissionalizante são ministradas todas as segundas, quartas e sextas. A depender da instituição realizadora, os cursos podem ocorrer nos turnos manhã, tarde ou noite.

O Projovem Trabalhador é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual do Trabalho e Empreendedorismo (Setre), e tem como meta beneficiar mais de 8.500 jovens em 85 municípios piauienses. Cada estudante devidamente matriculado recebe seis parcelas de R$100, equivalente ao tempo de duração do curso. Para tanto, o aluno deve comprovar frequência de pelo menos 75% às aulas.

“Estamos promovendo a criação de oportunidades de trabalho, emprego e renda, por meio da qualificação social e profissional dos jovens em situação de maior vulnerabilidade frente ao mundo do trabalho”, argumenta o governador Wilson Martins.

Os cursos oferecidos pelo Projovem Trabalhador possuem 350 horas/aula, sendo 100 horas/aula de qualificação social e as outras 250 horas/aula de qualificação profissional. Além da bolsa de estudo, os alunos também recebem todo o material didático a ser usado durante as aulas. O programa tem como foco os jovens com idade entre 18 e 29 anos, que estejam desempregados e pertençam a famílias com renda per capita de até um salário mínimo.

No Piauí, os jovens inscritos no programa podem optar entre os cursos de Artesanato I e II, Construção e Reparo I e II, Administração, Serviços Pessoais, Vestuário, Joalheria, Alimentação, Telemática, Agroextrativismo, Esporte e Lazer, Turismo e Hospitalidade.


Fonte: Ccom


Tópicos: Projovem, edfucação, cursos

Avaliação:

publicidade



Comentários

  1. michelle - nossa senhora do socorro/SE
    24/07/2013 às 16:58h
    POIS É, ENQUANTO LA TUDO TA PERFEITO, AQUI N TEMOS Q DIZER O MESMO.. PRIMEIRO Q NAO TEMOS CONDIÇOES P ESTUDAR POR FALTA DE MATERIAS, LANCHE UMA PORCARIA, E SEM FALAR DA AJUDA DE CUSTO Q ATE HOJE TEM GENTE Q AINDA N RECEBEU NADA!!!! EU MESMO TEM TEM QUASE TRES MESES Q N RECEBO NADA.... ISSO É UM ABSURDOO!!!!!!!!!!!!!
  2. michelle - nossa senhora do socorro/SE
    24/07/2013 às 16:57h
    POIS É, ENQUANTO LA TUDO TA PERFEITO, AQUI N TEMOS Q DIZER O MESMO.. PRIMEIRO Q NAO TEMOS CONDIÇOES P ESTUDAR POR FALTA DE MATERIAS, LANCHE UMA PORCARIA, E SEM FALAR DA AJUDA DE CUSTO Q ATE HOJE TEM GENTE Q AINDA N RECEBEU NADA!!!! EU MESMO TEM TEM QUASE TRES MESES Q N RECEBO NADA.... ISSO É UM ABSURDOO!!!!!!!!!!!!!
  3. dessica - nossa senhora do socorro/SE
    02/07/2013 às 20:57h
    Pois e, enquanto no Piaui tudo vai dando certo, aqui em Nossa Senhora do Socorro (se) o pro jovem esta uma negação. Nao temos condição nenhuma, tando de matérias como de lanche. Sem falar da ajuda de custo que muita gente só recebeu a metade e ate agora niquem viu o resto do dinheiro.