Últimas Notícias

Por: Francisco Alves - E-mail: francisco.smt@hotmail.com - Contato: (86) 8134-6662

Publicada em 19/01/2018 - 23h18
Por Francisco Alves

Condenação do ex-presidente Lula não será o fim, apenas uma fase

A opinião foi do presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Roberto Veloso, em entrevista à Rádio Cidade Verde.


publicidade


Foto: Divulgação/Ajufe Condenação do ex-presidente Lula não será o fim, apenas uma fase Roberto Veloso, presidente da Ajufe

Uma eventual condenação do ex-presidente Lula, no julgamento da próxima quarta-feira, dia 24, não será o fim do processo. A opinião é do presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Roberto Veloso, e foi manifestada em entrevista à Rádio Cidade Verde, pelo telefone.

Segundo o magistrado, em uma eventual confirmação da sentença de primeira instância, do juiz Sérgio Moro, o ex-presidente pode apresentar recursos ao próprio TRF-4. Se não for atendido, poderá também recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ainda ao próprio Supremo Tribunal Federal (STF).

Absolvição

“Há, ainda, a possibilidade da absolvição no julgamento de quarta-feira”, pondera o presidente da Ajufe. Conforme Roberto Veloso, dia 24 será cumprida apenas mais uma etapa do processo em Porto Alegre. Portanto, não significa o seu fim.

O presidente da Associação dos Juízes Federais observou ainda que as decisões sobre registro de candidaturas para as próximas eleições só serão tomadas em setembro pela Justiça Eleitoral. “Há um caminho longo a ser percorrido. A situação não será resolvida no dia 24”, observa.

Por tudo isso, o magistrado recomenda que o julgamento seja acompanhado sem violência e com respeito às instituições. “O Judiciário não vai se intimidar. A função do juiz é julgar e isso será feito”, avisa.


Fonte: Com informações da Cidades VerdeColuna do Zózimo Tavares


Tópicos: Lula julgamento ex-presidente justiça

Avaliação:

publicidade