Últimas Notícias

Por: Francisco Alves - E-mail: francisco.smt@hotmail.com - Contato: (86) 8134-6662

Publicada em 22/05/2015 - 12h49
Por Silvio de Freitas

Deputado Estadual Themistocles Filho e a nova crise na ALEPI

A eleição do TCE foi um divisor de águas no atual momento da política do Piauí, estremeceu de norte a sul.


publicidade


cidadeverde.com Deputado Estadual Themistocles Filho e a nova crise na ALEPI Themistocles Filho, presidente da ALEPI.

A eleição do TCE, digam o que disserem, foi um divisor de águas no atual momento da política do Piauí. Marcou, em primeiro lugar, o abraço forte entre a Presidência da Assembleia Legislativa e o Governo do Estado. E, embora o deputado estadual Themistocles Filho diga no vídeo abaixo que a eleição é “página virada”, o processo e o resultado vão mexer na política estadual e em vários cenários locais. Ele esteve na sede do Política Dinâmica nesta quarta-feira (20) e falou sobre o assunto, que na verdade já considera superado.

A campanha de Mauro Tapety ao Tribunal de Contas do Estado foi encampada, basicamente, pelos mesmo deputados que elegeram Themistocles Filho o presidente da Assembleia, numa disputa extremamente desgastante contra o Governo do Estado. Saíram, naquela oportunidade, com a moral elevada e um alvo nas costas esperando a primeira flechada de Wellington Dias (PT). Mas estavam tranquilos contando com a “independência” do presidente eleito. Ontem, Themístocles Filho colocou uma mira laser no arco do governador e pintou os alvos em neon. 

Os deputados de oposição engoliram seco a interferência direta de Themístocles contra a vontade do grupo que o elegeu presidente. Claro, ninguém, fora o desbocado Robert Rios (PDT) irá falar na mídia contra o presidente. Declarados adversários do Governo não querem abrir publicamente outro fraco de guerra contra a força da própria Alepi. Mas entre esses, já ficou claro que Themistocles é uma ilha, quando a assunto é política. Mas, ao Política Dinâmica, assegurou que a oposição ainda existe, firme, forte e necessária.

RECICLAGEM

“Ele já está dentro do Governo, e não foi para lá barato. Usou a nossa força, valorizou o passe e nos descartou”, comentou um dos que sentiram a dor da derrota. E foi além: “Mas esse jogo não é só ele que joga. Eu sei onde ele quer chegar, e posso garantir que ano que vem ele não vai ter”.

PTB, Joel e Floriano

O PTB tinha a orientação de votar em Mauro Tapety. E o deputado Joel Rodrigues, no entendimento de correligionários, não seguiu a orientação do seu partido, mas de seu governador. Desculpou-se com o frágil argumento de que o bom suplente obedece o Estado. Mas o ex-senador João Vicente Claudino não gostou da história. E já anunciou a retirada de qualquer suporte à campanha de Joel pela Prefeitura de Floriano, em 2016. E como já se não bastasse, esse mesmo suporte irá, no devido tempo, colaborar com qualquer que seja o principal adversário dele por lá.imagem:oolho.com.br

PICOS PEGOU FOGO

A deputada estadual Belê Mederios teve que usar as redes sociais para tratar do assunto. Alguns perfis de picotasses publicaram que Belê teria votado a favor de Kleber Eulálio, beneficiando o adversário da eleição de 2012. Muitos dos eleitores do grupo de Gil Paraibano condenaram Belê por ter “livrado” Kleber do desgaste que sofria na gestão da Prefeitura.

Apoiadores do Gil e Belê acreditam que, se tiver sido verdade o voto dela em Kleber, o erro foi enorme. Nos bastidores o próprio Kleber já comentou que entregou a Prefeitura ao PT, mas não está confirmando apoio à reeleição do Padre Walmir. Porém, o mesmo Kleber, numa rádio de Teresina, após a eleição, declarou que espera que seu vice, quando assumir, mantenha os seus indicados na Prefeitura. No final das contas, agora é mais difícil para Gil retomar a Prefeitura.


Fonte: politicadinamica.com/colunamarcusmelo e com imagens do portal oolho.com.br


Tópicos: piauí, eleição, TCE

Avaliação:

publicidade